Luzescrita


Luzescrita

Traduzir a palavra fotografia por meio dos poemas de Arnaldo e Walter Silveira foi a ideia inicial de Fernando Lazlo para o projeto, desenvolvido nos últimos 15 anos. Com a curadoria de Daniel Rangel, Luzescrita tornou-se exposição com passagens por Salvador, Curitiba, Rio de Janeiro, Brasília e Vila Nova de Cerveira (Portugal), e segue em contínua transformação, somando ao seu acervo de exibição as imagens e obras geradas a partir das etapas anteriores.

exposição gratuita
19.05 a 30.07

terça a sábado das 10h às 19h
(entrada até 18h30)
domingo das 10h às 17h
(entrada até 16:30)

Luzescrita

Pela primeira vez em São Paulo, Luzescrita traz nove obras inéditas, como a instalação “Assombraluz”, a fotografia “Fogo n’Água” e várias obras site specific, que exploram a relação com o ambiente, como “Ilumina Elimina” e “Luz Negra”. Duas salas complementares foram destinadas à montagem, de caráter experimental e com ênfase para os contrastes entre o produto tecnológico e os procedimentos artesanais. Na Sala Clara, um ambiente iluminado com predominância do branco, estão as fotografias. Na Sala Escura, com paredes pretas e iluminação controlada, as palavras escritas à luz de pólvora, lâmpadas e metais ganham destaque, e o rico processo de criação das fotografias é desvendado.

COMO CHEGAR:
  • Porto Seguro
  • Gemma Restaurante
  • Teatro Porto Seguro