uma sinfonia da cidade, com Carlos Garaicoa e João Fernandes

atividade gratuita
14.04 – sáb
das 16h às 18h


O artista Carlos Garaicoa estará presente na exposição em conversa com João Fernandes, curador do Museu Reina Sofia, para um debate sobre processos artísticos e os caminhos globais de circulação dos trabalhos artísticos.

“Na obra de Carlos Garaicoa, a cidade foi sempre uma referência e um território de investigação. Garaicoa assume os fragmentos da cidade e transforma muitos dos vestígios que nela encontra. Muitas vezes as cidades foram vistas como sinfonias, como se aqueles que nelas vivem fossem solistas de uma orquestra que coletivamente constrói uma partitura a partir da interacção dos sons, imagens e quadros de vida que nelas acontecem.” – João Fernandes

Nesse encontro, João Fernandes e Carlos Garaicoa, que estarão especialmente no Brasil para esse encontro, debatem as expressões dessa dimensão sinfônica da cidade presente na obra do artista cubano. Entre os trabalhos que serão comentados, destaque para “Partitura”, em cartaz na exposição “Ser Urbano”, uma composição musical com instrumentos de corda, sopro, percussão e cantores, orquestrados por um compositor, que reflete uma paisagem sonora das cidades e encontro dos sons imprevisíveis da urbe.


Carlos Garaicoa é artista. Nascido em Havana em 1967, trabalhou como desenhista no exército, produzindo mapas, técnica que foi empregadas em sua produção artística, iniciada aos 22 anos, quando ingressou no Instituto Superior de Arte. Em seus trabalhos, reflete sobre os usos da cidade e as possibilidades de construir alternativas aos modelos hegemônicos.

João Fernandes é vice-diretor e curador principal do Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia (Madrid). Foi diretor do Museu de Arte Contemporânea de Serralves. Trabalhou como curador independente, período em que organizou três edições do Festival de Arte Contemporânea do Porto e fez a curadoria de várias exposições em Portugal, Espanha e França. Foi o curador das representações de Portugal na 1ª Bienal de Arte de Joanesburgo (1995), na 24ª Bienal de São Paulo (1998), e na 50ª Bienal de Veneza (2003), em colaboração com Vicente Todolí.


Sábado, 14 de abril
Das 16h às 18h
Inscrição gratuita
Inscrição gratuita
COMO CHEGAR:
  • Porto Seguro
  • Gemma Restaurante
  • Teatro Porto Seguro