Espaço Cultural Porto Seguro

arte-montagem: uma produção de sentido

curso
21.2 a 4.4 – qui
encerrado

O curso com Pedro França aborda obras de artistas que se utilizam da montagem como fator de produção de sentido em seus trabalhos – seja na imagem, no espaço ou na paisagem. Serão exploradas as relações entre a arte contemporânea, a história da arte e a circulação da imagem.

O termo "montagem" pode se referir tanto às formas de display, arranjo e instalação de obras e coisas num espaço quanto à técnica de disposição e justaposição de imagens e sons inaugurada pelo cinema no século 20. Refere-se, em especial, ao que essas duas concepções têm em comum.

As aulas abordam casos específicos de artistas que fizeram de formas da montagem o seu meio. O curso é direcionado a estudantes, artistas, curiosos e pessoas com qualquer nível de intimidade com a arte contemporânea.


Encontro 1)
O poder do display: uma breve história de como as exposições aprenderam com o cinema. As exposições Dada, nos anos 1920, e surrealistas, nos anos 1930. A invenção do cubo branco nos EUA e a reinvenção do espaço aberto, na Itália, nos anos 1960.

Encontro 2)
A montagem cinematográfica, a escultura moderna e (BUM!), a bomba... Quem recolhe os pedaços?

Encontro 3)
Instalação, desvio e curadoria: como colocar coisas em lugares virou o grande problema da arte dos anos 1960.

Encontro 4)
Thomas Hirschhorn e estratégias de saturação.

Encontro 5)
Hans Haacke, Maurizio Cattelan e Ben Stiller: uma noite no museu e um morto muito louco.

Encontro 6)
Pipilotti Rist, Rem Koolhaas e a loja como novo paradigma espacial.


Pedro França é artista e membro da Cia Teatral Ueinzz. Fez mestrado em História pela PUC-Rio e é professor de história e teoria da arte no MAM SP e no Instituto Tomie Ohtake


6 encontros
Quintas, 21 e 28 de fevereiro, 14, 21 e 28 de março e 4 de abril, das 19h às 21h30
30 vagas
COMO CHEGAR:
  • Porto Seguro
  • Gemma Restaurante
  • Teatro Porto Seguro
©2018 Espaço Cultural Porto Seguro | Todos os direitos reservados